BR  |   US

Boas práticas para proteger sua marca da pirataria

Smiling mid adult businessman using digital tablet while sitting on steps and looking at camera.

No cenário empresarial altamente conectado de hoje, a pirataria é uma realidade que pode afetar empresas de todos os tamanhos e setores.

Equipamentos eletrônicos são um dos mais pirateados do mundo, incluindo a indústria de jogos para PC, distribuição ilegal de filmes e pirataria de TV, que vai desde mídias de DVD e CD até equipamentos como máquinas fotográficas. 

São crimes tão comuns, que muitas vezes não recebem a devida importância por parte dos consumidores, mas que podem ser muito prejudiciais, principalmente para as marcas.

Saiba como é feito o trabalho de prevenção à pirataria

Segundo Leonir Zenaro, nosso head de cibersegurança, todo o trabalho preventivo começa com o monitoramento de marca. A partir deste trabalho, são coletadas as evidências que servirão como base de outras decisões, podendo até servirem como material para a produção de uma ata notarial, que posteriormente poderá fazer parte de um processo jurídico, por exemplo.

Após o monitoramento de marca, é possível tomar outras medidas, de acordo com a complexidade do problema e preferências da organização contratante. Para se ter uma ideia, além do monitoramento de marca, o portfólio da Belago conta com serviços de avaliação de riscos, conscientização de colaboradores, GRC (Governança, riscos e conformidade), revenda de produtos em parceria com grandes fabricantes do mercado e SOC (monitoramento, detecção e respostas a ameaças cibernéticas).

Todas essas soluções juntas oferecem uma gama de possibilidades no trabalho contra a pirataria. De acordo com nossos especialistas, é possível e muito recomendado que se crie um projeto sob medida para cada cliente, combinando essas soluções tecnológicas para atender demandas específicas de cada um.

Confira 6 principais boas práticas que protegem sua marca da pirataria

Também conversamos com nosso coordenador de cibersegurança, Rafael Julio dos Santos, para entender quais boas práticas podem ajudar a manter as marcas protegidas da pirataria.

Com isso, listamos algumas ações importantes que podem ser adotadas tanto pelas empresas quanto pelos poderes públicos.

Para o coordenador, podemos dizer que as 3 primeiras são as mais cruciais porque são os alicerces de prevenção no combate à pirataria. Segundo ele, quando se trata de segurança da informação, prevenir é sempre a melhor solução.

Treinamento de funcionários

A maioria dos crimes de pirataria começa com um erro humano, como clicar em um link malicioso ou compartilhar informações confidenciais. Por isso, Rafael ressalta a importância de realizar ações de conscientização dos colaboradores, informando sobre os impactos negativos dessa prática, visando fomentar uma mudança na cultura da empresa e na sociedade.

Além disso, contar com a ajuda de profissionais que entendem do assunto faz toda a diferença na prevenção. Busque profissionais e soluções especializados em identificar práticas de pirataria.

Campanhas de conscientização do consumidor

Tanto o setor público quanto o privado podem investir em campanhas que conscientizam sobre os malefícios de se consumir produtos pirateados, como a perda de qualidade e garantia ou, até mesmo, riscos de penalidades.

Assim como os treinamentos de colaboradores, as campanhas trazem um novo olhar sobre o problema, mas em esferas maiores, podendo atingir os grandes meios de comunicação.

Ações governamentais de combate à pirataria

O inventivo a ações governamentais de combate à pirataria pode surtir grandes efeitos, já que impactam a vida de todos os cidadãos. Ações que englobam o primeiro setor ganham visibilidade e contribuem com a criação de novos hábitos na população.

Combinações de medidas administrativas

Medidas como novas regras de fiscalização na alfândega, por exemplo, podem ser produtivas na busca por produtos pirateados.

Monitoramento sua marca

A utilização de ferramentas de busca para rastrear o uso indevido de sua marca, logotipo e produtos na web, ajudam a identificar prontamente atividades suspeitas é crucial para agir a tempo.

Registro de ativos intelectuais

Registrar suas marcas, patentes e direitos autorais fortalece sua posição legal para tomar medidas necessárias. Além disso, considere a utilização de tecnologias de proteção de conteúdo, como DRM (Digital Rights Management), para proteger seu conteúdo online. Esta solução ajuda a garantir os direitos autorais dos desenvolvedores sobre ativos virtuais, dificultando a disseminação de réplicas e cópias ilegais; 

A Importância de contar com soluções especializadas em cibersegurança

Imagem: Freepik

O coordenador de cibersegurança explica que a pirataria pode trazer grandes prejuízos para as marcas, como perda de vendas, diminuição da confiança na marca, podendo causar problemas legais com empresas que utilizam produtos pirateados.

Embora a implementação de boas práticas de prevenção de pirataria seja fundamental, às vezes, não é o suficiente para lidar com ameaças sofisticadas. É aí que os serviços especializados em cibersegurança entram em cena.

Entre as razões pelas quais contratar especialistas em segurança cibernética é uma jogada inteligente, estão:

  • Experiência especializada
  • Monitoramento contínuo
  • Soluções sob medida
  • Treinamento de funcionários
  • Resposta rápida a incidentes

Adotar boas práticas e investir na proteção de seus ativos digitais é essencial para proteger sua empresa, manter a confiança de seus clientes e parceiros de negócios, e lembrar que a prevenção é sempre mais econômica do que a recuperação após um ataque.

Fale com nossos especialistas e saiba como proteger sua marca!

Compartilhe:
Escrito por Belago

Olá! Este artigo foi pensado, desenvolvido
e escrito pela equipe de especialistas da Belago. Esperamos que você tenha gostado :)

Conteúdo relacionado