BR  |   US

Como preparar um bom currículo para vagas de TI?

Business situation, job interview concept.

Saber se destacar no processo seletivo é essencial na hora de conseguir boas oportunidades de emprego. Este processo começa com a criação de um currículo que chame a atenção dos recrutadores e se estende pelas demais etapas da seleção.

No setor de Tecnologia da Informação (TI), onde a demanda por talentos é alta, um currículo bem elaborado requer atenção porque pode ser um fator decisivo na escolha de candidatos.

Você já sabe como elaborar o seu?

Conversamos com Lorena Gritten Rocha, gerente de recrutamento e seleção da Ahoy by Belago, para saber mais sobre as boas práticas de elaboração de um bom currículo de TI. Vamos lá?

8 dicas para destacar seu currículo de TI

1. Destaque suas habilidades técnicas

Liste todas as linguagens de programação, sistemas operacionais, ferramentas e frameworks que fazem parte das suas habilidades.

Lorena destaca a importância de citar qual é o nível de conhecimento em cada uma delas. Esta prática ajuda os recrutadores a entender o nível de senioridade do candidato.

2. Experiência profissional relevante

Sua experiência é parte crucial do currículo. Liste suas posições anteriores, começando pela mais recente e não se esqueça de mencionar a data de início e término com, no mínimo, mês e ano.

A gerente de recrutamento destaca a importância de escolher as 3 últimas experiências, para que o currículo não fique muito extenso, o que é um erro comum de muitos candidatos.

“Um ponto muito importante é o detalhamento de experiências profissionais, que às vezes são resumidas demais. É preciso ser completo no resumo das qualificações, explicar qual foi o seu papel em cada projeto (se atuou de ponta a ponta, trabalhou em melhorias ou cuidou do desenvolvimento, por exemplo). Muitas vezes, quem lê o currículo pela primeira vez não é um profissional técnico e a falta dessas informações pode descartar seu currículo logo na primeira fase”, conta.

Do mesmo modo, utilizar números e métricas, sempre que possível, pode ser uma boa estratégia para mostrar seu impacto nos projetos anteriores.

3. Certificações e educação

As certificações também são muito valorizadas neste primeiro contato. Liste todas as certificações relevantes que você possui, juntamente com as instituições de ensino que frequentou, bem como as datas de conclusão.

Igualmente, Lorena também destaca a importância de inserir o código validador e a fonte das certificações, para que possam ser consultadas.

4. Projetos pessoais e colaborativos

Se você trabalhou em projetos pessoais ou colaborativos notáveis, destaque-os. Isso pode incluir projetos de código aberto, desenvolvimento de aplicativos independentes ou qualquer contribuição significativa para a comunidade de desenvolvedores, por exemplo.

Para Lorena, incluir projetos também pode dar uma turbinada no seu perfil do LinkedIn. Para a inclusão, ela ensina a seguir um passo a passo simples: no seu perfil, acesse “Adicionar seção ao perfil” > “Recomendado” > “Adicionar projeto”.

5. Soft skills e trabalho em equipe

Além das habilidades técnicas, as habilidades interpessoais são importantes. Mencione habilidades como comunicação, capacidade de trabalhar em equipe, negociação, criatividade e adaptabilidade.

Em outras palavras, a tecnologia não se trata apenas de codificação, mas também envolve colaboração e solução de problemas.

6. Personalização para a vaga

Cada vaga é única, e seu currículo deve refletir isso. Personalize-o para destacar as habilidades e experiências que são mais relevantes para a posição específica à qual você está se candidatando.

De acordo com a especialista em recrutamento, é importante reler os requisitos da vaga e revisitar o currículo para garantir que suas habilidades que estão destacadas de acordo com a descrição.

7. Revisão e formatação impecável

Pode parecer óbvio, mas a revisão de informações e erros de escrita é imprescindível. Revise cuidadosamente e mantenha em formato limpo e profissional, com seções claras e organizadas.

Lorena conta que é muito comum que currículo e rede profissional estejam com informações divergentes, como datas e cargos. A atualização de ambos, com informações fidedignas ao perfil do candidato, é de suma importância.

8. Referências de outros profissionais

No seu perfil do LinkedIn, é possível fornecer e solicitar recomendações de profissionais que já trabalharam com você. Certifique-se de ter mencionado a URL do seu perfil no currículo para que os recrutadores possam ler sobre seu impacto no dia a dia de colegas de trabalho e até mesmo líderes. Os depoimentos trazem credibilidade e valorizam as primeiras impressões.

“É muito importante que os candidatos trabalharem o networking – fornecerem referências e dessa forma, receber também – porque as referências trazem mais credibilidade, mais robustez. Então é algo que sempre oriento aos candidatos.” comenta.

Lembre-se de que um currículo é uma representação de quem você é como profissional de TI. Portanto, invista tempo e esforço em sua criação. Este é o primeiro passo para conquistar a vaga dos seus sonhos no mundo da tecnologia.

Está em busca de oportunidades de TI? Fique por dentro das vagas da Ahoy!

Compartilhe:
Escrito por Belago

Olá! Este artigo foi pensado, desenvolvido
e escrito pela equipe de especialistas da Belago. Esperamos que você tenha gostado :)

Conteúdo relacionado